Site disponibiliza obras de filósofos africanos em português

 

Ícaro Andrade, professor da Universidade da Bahia (UnB) fundou um site no sentido de incrementar a cultura africana no ensino. A página de nome Filosofia Africana (http://filosofia-africana.weebly.com/) teve sua construção fundamentada pela Lei 10.639, que determina que conteúdos de história e cultura africana e afro-brasileira devem compor o currículo educacional.

“Os pensadores trazem reflexões instigantes para pensarmos os temas da subjetividade, da identidade, das relações entre história e política, do gênero e do enraizamento africano para pensar a diáspora.” – Ícaro Andrade para o Jornal de Brasília.

 O professor revela que em meio a seus estudos, mesmo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) encontrava dificuldades de acessar conteúdos sobre filosofia, voltada para o contexto negro e estes poucos títulos eram disponibilizados em outras línguas. A partir de então, Ícaro Andrade passou a buscar minuciosamente traduções e em 2015 disponibilizou os resultados no site. A importância de realizar uma ação do gênero estava em permitir que os estudantes refletissem em cima do legado africano.

Por Quezia Isaías

Give your website a premium touchup with these free WordPress themes using responsive design, seo friendly designs www.bigtheme.net/wordpress